Iara escreveu em 24 de julho de 2016

especial-arthur-zanetti-maria-eugenia-ortiz-fisioterapeuta-do-ginasta-1464126194576_1920x1280

 

 

Como todos sabem, este ano, o Rio de Janeiro irá sediar os Jogos Olímpicos que acontecerão entre os dias 5-21 de agosto.São os melhores atletas, de cada país, se preparando para um evento que acontece de 4 em 4 anos. Dentro desses anos de espera para o evento, os atletas se preparam físicamente para ter a melhor performace possível e conquistar o que todos querem: medalha de ouro. Porém, essas preparações não são fáceis. São treinos diários que, muitas vezes, podem acabar em uma lesão.Por isso, é indispensável a presença de um fisioterapeuta que tem como função, além de recuperar os atletas das lesões e liberá-los para volta à pratica do esporte, como também previnir que essas lesões venham acontecer.

O tratamento fisioterapêutico tem como objetivos da reabilitação:

  • Eliminar a dor

  • Recuperar a flexibilidade, a força muscular e a estabilidade da área lesada

  • Realizar treinamento proprioceptivo, para ganho de segurança, confiança, força, agilidade e coordenação

  • Retornar o paciente à sua prática esportiva o mais rápido possível e com segurança, dentro dos limites fisiológicos e clínicos pós lesão

  • Permitir a prática de atividade física sem sintomas e riscos

  • Prevenir as lesões esportivas e aparecimento/retorno de sintomas

  • Manter/promover a qualidade de vida e a condição do sistema musculoesquelético nas afecções degenerativas naturais do envelhecimento

O retorno à atividade esportiva será gradual e somente quando o paciente tiver condições fisiológicas para o exercício, não apresentando sintomas durante a reabilitação.

Prevenção de lesões em atletas
É muito discutido atualmente a prevenção das lesões nos atletas. Inúmeros são os investimentos nessa área. O trabalho preventivo de lesões vai desde a correção de exercícios de alongamento e flexibilidade, até exercícios de fortalecimento e preparo muscular.

Além disso, sabe-se que a causa de muitas lesões é o descaso com a prática e um treinamento exagerado. Para isso, deve-se controlar a intensidade dos treinamentos, realizando incrementos progressivos; os calçados devem ser adequados, compatíveis com a modalidade esportiva; é importantíssimo se atentar à dieta, que deve ser equilibrada e estar atento à hidratação antes, durante e após os treinamentos, com a reposição correta e balanceada dos eletrólitos, que são perdidos com a transpiração exagerada.

FONTE: http://www.mebfisioterapia.com.br/blog/2016/02/25/103/